Voltar para todos os posts
Fotógrafo ganhar dinheiro arte
Manual para iniciantes

Como ganhar dinheiro online com a sua arte

Por em 30 de setembro de 2021 Tempo de leitura: 9 minutos
Aviso: O termo ¨Etsy¨ e outras imagens da Etsy são marcas registradas da Etsy, Inc. Este artigo não é endossado pela Etsy.

Foi-se o tempo em que ¨vender minha arte¨ era um sonho distante ou tema de memes na internet. Agora que o e-commerce é uma realidade, qualquer pessoa com talento, visão e empenho pode, sim, aprender como ganhar dinheiro com arte.

Neste artigo, eu vou mostrar o passo a passo para você administrar o seu negócio e vender o seu trabalho para qualquer lugar do mundo nos mais variados formatos.

Vem comigo, que vamos começar a sua jornada!

Que tipo de arte posso vender online?

A arte, como você bem sabe, pode se expressar nos mais diferentes formatos. E a mesma premissa é válida na hora de comercializá-la. A sua arte pode ser usada para decorar, presentear, colecionar ou mesmo ajudar outros e-commerces a venderem mais. Vejamos como:

1. Decoração de parede

Arte borboleta decoração de parede
Fonte: Artsee1Store (link em inglês)

No ano passado, o segmento de móveis e decoração foi um dos que apresentou maior crescimento: 23, 61%. Neste nicho, quadros e pôsteres se apresentam como uma boa aposta por serem um agrado tanto para colecionadores de obras de arte quanto para quem apenas quer dar uma corzinha às suas paredes.

Ao vender quadros, atente-se à forma como quer que o seu produto seja percebido, afinal uma impressão de qualidade pode ser um item colecionável de luxo ou um objeto de decoração acessível.

Uma pergunta que você precisa fazer é: em que produto sua arte será impressa? Escolha impressões em papel fotográfico para um pôster descolado. Você pode finalizá-lo com uma moldura, para um toque mais clássico.

Se, por outro lado, você busca um toque autêntico dos quadros pintados à mão, com tinta e pincel, vale a pena optar pelo básico da decoração de paredes: as impressões em tela. 

2. Arte em produtos

Arte em camiseta para vender na internet
Foto: The Conscious Art Club (link em inglês)

Artes com personalidade funcionam muito bem em produtos do dia-a-dia. Assim, seu design acaba virando uma mensagem que os seus clientes podem vestir e compartilhar com o mundo.

Uma mesma arte pode, inclusive, render uma coleção inteira, se aplicada como estampa centralizada, no peito, nas mangas ou nas costas de camisetas personalizadas em diferentes cores e modelagens. 

Camiseta personalizada com arte
Obra do artista visual e ilustrador baiano Alaido aplicada em camiseta.

Os moletons personalizados, famosos entre os influencers do Instagram e TikTok, também podem ser telas em branco, prontas para receber seu toque de mestre. 

Uma boa forma de começar a vender produtos com a sua arte online é utilizando o modelo print-on-demand (impressão sob demanda). O print-on-demand é um modelo de dropshipping no qual os produtos com o seu design só são feitos quando você recebe um pedido. Ou seja, você não precisa se preocupar com investimento inicial ou estoque.

No caso da Printful, basta fazer o upload das suas artes no sistema, aplicá-los aos produtos da sua escolha e gerar mockups para divulgação. Depois, conecte a sua loja virtual à sua conta Printful. Assim, quando você receber um pedido, nós somos avisados e o enviamos para processamento (produção, embalagem e envio). Seu cliente recebe o produto e você, o lucro.

Gostou? Conheça 5 produtos para lucrar em 2022 com o modelo de print-on-demand.

3. Arte digital

Sua arte também pode gerar lucro sem necessariamente ser um produto físico. Arquivos de arte digital, sejam fotos ou desenhos, são comercializados por segundo em sites de bancos de imagem e marketplaces como a Etsy.

Aqui estão algumas sugestões de como vender design em bancos de imagem:

  • Fotografias
  • Designs de estampas
  • Ilustrações
  • Impressões personalizadas (calendários, convites, cartões de visitas,  etc.)

Vender arquivos de arte para download é prático, evita despesas com produção e envio. Além disso, as artes digitais podem ser baixadas como qualquer foto, o que garante ao seu cliente entrega rápida e sem complicações.

Dica: para manter a sua arte segura, certifique-se de avisar aos seus clientes que eles podem fazer uso pessoal dela, mas não revender ou reproduzir.

Se você está pensando em vender a sua arte em sites de bancos de imagem e marketplaces, eu sugiro expandir seu portfólio. Explico o porquê: as pessoas procuram por sites como o Shutterstock com várias necessidades. Algumas estão buscando um ensaio de grupo genérico para uma campanha publicitária, outros estão caçando uma paisagem para ilustrar um novo artigo de blog. Nunca se sabe.

Experimente abraçar novos desafios para aumentar suas chances de dar match com as necessidades dos clientes. Tente novas combinações de cores, layouts e temas regularmente e amplie seus horizontes (e seus lucros também).

4. Arte original

Você finalizou sua pintura, transformou a obra em um arquivo de design, que foi usado para criar produtos de print-on-demand e arte digital. Parabéns! O que fazer com o quadro original agora?

Venda! Quando você tiver desenvolvido uma base de clientes leal e alguns clientes fiéis, coloque as suas pinturas e rascunhos originais à venda como um item colecionável da sua marca.

Isso também significa que você terá que criar uma nova obra para cada obra vendida, o que faz com que este formato não seja de renda passiva, mas uma ótima forma de agregar valor extra à sua loja e solidificar seu status de artista no mercado.

Sites para ganhar dinheiro com a sua arte na internet

Agora que você decidiu qual será o seu produto, é hora de vender em uma plataforma onde ele será encontrado mais facilmente. Uma opção com bom custo-benefício para iniciantes são os marketplaces. 

Etsy

A Etsy é uma das escolhas favoritas dos artistas que vendem para o mercado internacional e também para os clientes que buscam sua próxima obra de arte criativa. Não por acaso, a segunda categoria com mais vendas da Etsy é justamente Art & Collectibles (Arte & Colecionáveis).

Além de obras de arte tangíveis, como fotografias impressas, clientes da Etsy também compram arquivos digitais de arte. Você pode vender ambos os formatos na sua vitrine. Templates personalizáveis e decoração para a casa e papelaria são itens populares entre os produtos digitais da Etsy.

Wish

No Brasil, você também pode vender a sua arte em marketplaces populares como o Wish, aplicativo de compras número 1 em 42 países, com mais de 500 milhões de usuários no mundo todo.

Elo 7

Outra boa solução é o marketplace Elo7, que soma mais de 10 mil vendedores, 1 milhão de visitas ao site e mais de R$ 3 bilhões em vendas desde o seu lançamento em 2008.

Shopee

Depois de fazer o Jackie Chan falar português, a Shopee vem ganhando espaço e atraindo a atenção dos brasileiros, tornando-se o app de compras mais instalado do Brasil

Plataforma de vendas online para artistas Shopee
Fonte: Exame

Dica: utilize os marketplaces para começar a vender a sua arte, dar visibilidade à sua marca e construir uma base de clientes fiéis.

Se a ideia de dividir espaço com outros players não te agrada, um site pode ser uma das melhores ferramentas para construir a sua imagem de marca, mostrar seu portfólio, compartilhar sua jornada pessoal e ainda ter uma vitrine com casa própria.

Ter uma loja virtual só sua dá mais trabalho? Dá! Mas também dá a você mais controle e liberdade criativa do que você teria vendendo em um marketplace, da parte técnica ao layout da página.

Para facilitar a sua vida, existem uma série de plataformas de e-commerce nas quais você pode criar o seu próprio site e loja e colocá-los no ar no mesmo dia.

A maioria dos serviços das plataformas de e-commerce exige um pouco de investimento na forma de taxas mensais. Esse dinheiro é usado para manter os servidores, equipe de suporte, etc. 

Nuvemshop

Um bom exemplo é a Nuvemshop, plataforma de e-commerce líder na América Latina, que já atende quase 80 mil comerciantes no Brasil, na Argentina e no México, facilitando a criação e construção do seu negócio online com soluções de pagamento, ferramentas de marketing e muito mais. A assinatura custa R$49,99/mês, mas eles oferecem um período de teste de 30 dias.

Se você está pensando em vender sua arte usando serviços de print-on-demand e quer saber mais, confira algumas das melhores plataformas de e-commerce e marketplaces

Sites de banco de imagem

Bancos de imagem são um dos principais focos quando se fala em renda passiva para artistas. Depois que o seu trabalho é posto à venda, não existem preocupações com envio, embalagem ou estoque. 

Os sites de banco de imagem mais populares entre artistas e clientes são o Shutterstock, iStock, Adobe Stock e Getty Images.

Foto senhor rindo de nervoso para banco de imagem
Tudo começou com algumas fotos para um banco de imagem. Fonte: Fatos Desconhecidos


Apesar de esses diretórios serem mais famosos por fotografias (que o diga o senhor do meme ¨rindo de nervoso¨, que foi descoberto após ser convidado por um fotógrafo para fazer um ensaio para bancos de imagem), eles são uma escolha popular por também comprarem e venderem ilustrações. 

Dica: Para aumentar suas vendas, adicione ao seu portfólio ilustrações de grande demanda, como templates de ícones e logos.

Lembre-se ainda que sites de bancos de imagem têm diretrizes de qualidade e resolução de arquivos, então se assegure de que o seu trabalho está de acordo com os padrões exigidos.

Se você quiser saber mais, aqui vão algumas curiosidades:

  • Em 2019, as vendas de arte online alcançaram a marca de 4,82 bilhões de dólares
  • A expectativa é de que as vendas de arte online cheguem a 9,32 bilhões de dólares até 2024
  • 10% dos consumidores de arte se tornam fiéis às marcas
  • Paisagens tradicionais ou semi-abstratas e vistas locais são as que mais vendem
  • O Adobe Photoshop é o software de arte mais popular entre os artistas
  • As tendências do momento são cores suaves, pop art e natureza
  • As pessoas costumam comprar arte impressa quando: estão decorando a casa, arrumando o escritório ou de mudança
  • Os perfis de compradores de arte mais populares são donos de casa, gerentes de escritório e colecionadores de primeira viagem
  • Melhor momento para divulgar suas obras de arte: janeiro a março

Como divulgar minha arte na internet?

Então você já sabe o que quer vender e onde. Já configurou a sua loja e adicionou produtos com a sua arte. Qual o próximo passo? Fazer com que o seu belo trabalho seja descoberto!

Há muitos criativos por aí, então precisamos aceitar que a concorrência é real. Para ajudar os seus clientes a encontrarem e se apaixonarem pelo que você produz, vamos ao marketing!

Divulgue a sua arte nas redes sociais

Comece criando um perfil de redes sociais para divulgar o seu trabalho, chamar a atenção para a sua loja e se conectar com os seus fãs. Use-o para mostrar os bastidores, compartilhar seu processo criativo, teasers das próximas obras e todo o esforço que está por trás das suas criações.

Use o Youtube para vídeos detalhados do processo ou o Instagram para compartilhar conteúdos mais curtos e rápidos. Mostrar ao seu cliente o quanto você se empenha em cada trabalho pode criar um vínculo mais forte entre vocês, além de valorizar a sua marca.

Para atrair novos clientes, poste fotos das suas obras em cenários do dia a dia, como uma tela na parede de uma sala ou uma pessoa usando um moletom com a sua arte. Assim, você mostrará às pessoas o que elas estão perdendo! Os canais ideais para belas imagens são o Instagram e o Pinterest.

Divulgação de arte no Instagram
Foto: Instagram

Para dar mais força ao marketing da sua rede social, use anúncios pagos. O Facebook é conhecido pela sua plataforma de mídia completa, com a qual você também pode enviar anúncios para o Instagram. Outra forma de ganhar mais seguidores sem anúncios são sorteios, promoções e parcerias com influencers do seu nicho.

Planeje o seu marketing com carinho, especialmente no começo do ano, entre janeiro e março, quando muita gente está inspirada para redecorar a casa ou começar um negócio. A sua arte pode ser o que faltava para completar o ¨ano novo, vida nova¨ dos seus clientes.

Outro momento importante para divulgar seus produtos são as festas de fim de ano. Estes são eventos comerciais nos quais os clientes estão mais dispostos a comprar. Você certamente sabe muito sobre a Black Friday, a Cyber Monday e o Natal, mas sabe como se preparar para vender mais nessas datas? Confira nosso artigo 10 passos para se preparar para as vendas de fim de ano [Checklist para download grátis] com checklist para download grátis.

Compartilhe a sua história em um blog

Um blog é, entre outras coisas, uma ferramenta para se conectar com o seu público. Para se assegurar de que o seu blog atrai pessoas que realmente se interessam por arte, sugerimos trabalhar bem ferramentas de SEO como pesquisa de palavras-chaves.

A ferramenta Answer the Public (link em inglês), por exemplo, permite avaliar o que as pessoas pesquisam sobre um determinado tópico. O site está em inglês, mas a pesquisa pode ser configurada para o Brasil. 

Answer the Public: Pesquisas sobre Arte no Brasil
Pesquisas sobre arte no Brasil. Fonte: Answer the Public 


Use o seu blog para compartilhar a sua jornada como artista, o que ou quem te inspira, suas dificuldades e vitórias, dicas para superar um bloqueio criativo e muito mais. 

Se você não tem tempo para manter o seu próprio blog, se ofereça para escrever guest posts para outros blogs de arte. Isso pode te ajudar a ser descoberto por clientes em potencial. 

Mantenha-se conectado com os seus clientes

Agora que você já organizou o seu marketing, só falta garantir que os seus novos clientes se sintam bem-vindos na sua comunidade.

Mantenha-se conectado com eles e entre em contato por newsletters periódicas. Faça com que os seus clientes fiquem atualizados sobre o que há de novo na sua loja, próximas promoções e outras novidades do mundo da arte. 

Use os comentários dos clientes a seu favor

As pessoas confiam em outras pessoas e fazem suas pesquisas com base em opiniões de quem já comprou antes delas. É por isso que comentários sobre produtos, dentro e fora da sua loja, são uma forma crucial de aumentar suas vendas.

Entre em contato com os clientes que compraram recentemente a sua arte e encoraje-os a deixar um comentário ou opinião. Você pode também oferecer brindes ou descontos na próxima compra como incentivo extra para a propaganda boca a boca.

Comece a dominar a arte do e-commerce

Recapitulando, aqui está um resumo do que você precisa fazer.

Como ganhar dinheiro online com arte

  1. Escolha o seu nicho e produtos
  2. Selecione a plataforma onde você vai vender a sua arte
  3. Divulgue o seu trabalho
  4. Conecte-se com os seus clientes e peça que eles deixem opiniões

Chegou a hora de confiar no seu talento e botar a sua arte na rua para ganhar dinheiro com ela. Neste momento, alguém está buscando uma obra de arte original, artes digitais, quadros, pôsteres e outros produtos que você poderia estar vendendo. Entrar no radar dos seus clientes em potencial só depende de você.

Se você precisar de uma mãozinha extra para entender como começar a sua marca e montar uma loja virtual, continue comigo e leia o artigo Como começar um negócio online no Brasil.


 

Gabriela é Publicitária, Blogger profissional e Especialista em Marketing de Conteúdo na Printful. Apaixonada por Redação e Planejamento, ela vai compartilhar tudo o que sabe para ajudar você.

Comments

Deixe uma resposta

O seu e-mail não será publicado



Voltar para todos os posts

Pronto para experimentar a Printful?

Conecte-se a uma plataforma de e-commerce ou faça um pedido.

Comece já!