Produtos Comece agora
Logo do Blog Printful
Planos de assinatura
Printful Pro Printful Plus
Recursos de marketing
Criador de Logos

Blog / Manual para iniciantes / Como começar a vender roupas na internet com pouco dinheiro

Guia: como começar a vender roupas na internet com pouco dinheiro

Guia: como começar a vender roupas na internet com pouco dinheiro
Denise Miller

Por: Denise Miller

13 minutos de leitura

Sonha em ter a sua própria loja virtual e começar a vender roupas? Agora é a melhor hora! Com o mercado de e-commerces em alta e contando com as facilidades dos produtos personalizados com dropshipping, há cada vez mais ferramentas intuitivas que irão ajudar você nessa jornada. 

Nunca houve uma oferta tão grande de plataformas de e-commerce e marketplaces, ferramentas de marketing e serviços como atualmente. No entanto, o sucesso nunca vem de mão beijada! Nesse post, vamos mostrar o caminho para você ter a sua marca, mas o êxito sempre vem depois de uma importante base: dedicação pessoal.    

Também é muito importante decidir o seu modelo de negócio. Se vai customizar e costurar as roupas artesanalmente, comprar estoque de um fornecedor ou repassar o peso da logística e da produção para serviços de print-on-demand – como a Printful. Neste post, nosso foco será neste último modelo, tendência no mundo inteiro e diferencial que nós decidimos oferecer. 

Comece a vender roupas na internet com o print-on-demand

 

Para quem ainda não sabe o que é print-on-demand, o mais importante é entender que com esse serviço a sua loja online não vai precisar se preocupar com estoque ou com o envio dos produtos: um item só é produzido após uma compra ser efetuada. Com isso há menos desperdício de material, de investimento e menos preocupações para que você possa focar na parte da divulgação e estratégia do negócio. Se quiser saber mais, dê uma olhada no artigo Como vender sem estoque.

Mas vamos ao que interessa. Quer saber como abrir a sua loja de roupas personalizadas? Confira o passo a passo que listamos abaixo e todos os seus detalhes. Investigar e aprender são as melhores maneiras de garantir o bom funcionamento do seu negócio e de evitar problemas.  

1. Defina um nicho

Em todas as listas que montamos, citamos o mesmo passo: escolha um nicho de mercado. E vamos continuar repetindo, pois é um erro muito comum entre os empreendedores. Geralmente primeiro se escolhe o produto e depois se busca um nicho capaz de se interessar por ele. No entanto, a garantia de uma compra é maior quando um negócio identifica uma necessidade ou grande interesse de um determinado grupo. 

Depois, você pode adaptar a sua primeira ideia de produto ao que o seu público necessita. Além disso, é quase impossível criar um produto perfeito para todos os gostos.

Para conhecer o seu nicho, é necessário fazer o dever de casa. Quanto mais você souber do seu público, mais fácil será vender para ele. Por isso, é importante se fazer algumas perguntas sobre o contexto e motivação para a criação do seu negócio:  

  • Você tem disposição para a colocar o seu talento à prova?
  • Há algum produto que você gostaria de ver no mercado, mas ainda não existe?
  • É seu sonho se dedicar a uma loja online ou você deseja só criar uma fonte de renda extra? 

Quaisquer que sejam as suas respostas, a conclusão será a mesma: seus objetivos têm que ser seus. Ou seja, montar o próprio negócio e decidir os produtos e a estratégia de negócio devem ser um comprometimento pessoal seu. Ninguém poderá tomar melhores decisões sobre o seu futuro. 

Busque autenticidade

Em um mundo cada vez mais virtual, é comum escutar “Nada se cria. Tudo se copia”. Mas nós sabemos que o que não tem diferencial não vende. Isso não quer dizer que você não possa buscar inspiração em outras marcas e lojas. No momento de criar a sua estrutura de oferta, priorize a autenticidade e conquiste os clientes com novidades, assim você também evita problemas com leis de proteção e direitos autorais. 

Para se aprofundar no assunto, leia também este artigo sobre obras e personagens que já caíram em domínio público.

2. Escolha os produtos de vestuário

Venda roupas online
Camisetas fabricadas com print-on-demand. Foto: Printful


Decida quais produtos vender com base em três fatores: qualidade, características e lucratividade. 

Comece pouco a pouco

O mercado de vestuário é muito vasto. Por isso, recomendamos que você comece pouco a pouco, criando alguns produtos para experimentar e com um bom custo-benefício. Pense em itens básicos ou se especialize em um único tipo (camisetas ou moletons, por exemplo) para depois expandir a oferta da sua marca. 

Preste atenção no tecido

O tecido das suas peças pode determinar como a estampa vai ficar. Os três tipos mais comuns são algodão, poliéster e misturas. Cada um tem suas características e por isso é necessário pesquisar sobre a durabilidade, instruções de cuidado e uso, e também sobre o toque e o caimento. 

Por exemplo, para estampas impressas em DTG (direct-to-garment), quanto mais algodão o tecido tiver, melhor. Essa técnica utiliza tintas à base de água e que aderem muito melhor ao algodão que a qualquer outro material. 

Esteja à frente da concorrência 

O mercado de vestuário muda constantemente e há duas maneiras de abordar a evolução das tendências da moda como dono ou dona de um e-commerce:

  • Você pode escolher produtos que sempre serão necessários, como camisetas ou moletons. Mas tenha em mente que a concorrência com produtos básicos é acirrada. Então, seu diferencial deve estar na sua criatividade e na estampa.
  • Por outro lado, você pode planejar as mudanças de estilo com uma gama diversificada de produtos. Sempre que surgir uma nova tendência, você poderá criar facilmente um novo design.

Para ajudar, o serviço de print-on-demand da Printful é um forte aliado do seu negócio, pois você não terá que investir dinheiro em estoque e poderá adicionar quantos produtos quiser sem gastar com produção. Se um produto não for vendido, basta removê-lo da loja virtualmente. E quando você tiver uma nova ideia de design, pode facilmente adicioná-la à sua coleção e ver como funciona, sem gastar com pedidos mínimos de encomendas de estoque.

3. Crie estampas para suas peças

Agora vamos para a parte criativa: as estampas. Há diversas abordagens diferentes sobre o tema, mas nós recomendamos uma que irá resolver as suas principais dúvidas sobre esse assunto. 

Criando um design do zero 

A Printful oferece uma ferramenta gratuita para que você possa montar a sua estampa diretamente em um dos nossos produtos. O Criador de Designs tem diversos cliparts, emojis, fontes de texto, cores, ilustrações e imagens disponíveis para que você possa dar asas à sua imaginação. Veja esse vídeo para conhecer melhor a ferramenta: 

preview play-button

Se você já tem conhecimento sobre edição de imagem em outras ferramentas, também pode fazer o upload da ilustração para colocá-la em um dos nossos produtos. Lembre-se sempre de checar as “Diretrizes de arquivos de impressão” dentro do perfil do produto que você vai personalizar. É muito importante seguir essas orientações para garantir que a sua impressão usará um arquivo adequado e de alta qualidade. O resultado do processamento também depende do seu comprometimento com padrões de qualidade.

Se desejar montar um arquivo fora da plataforma da Printful, mas não tem orçamento para pagar um PhotoShop, por exemplo, programas para editar imagens mais acessíveis como o Canva podem ser interessantes.

4. Trabalhe sua imagem de marca

Após escolher o seu nicho e criar produtos e designs, chegou a hora de pensar na sua imagem de marca. Ela vai apresentar a sua loja antes que os clientes possam ler a descrição dos produtos. Ou seja, é a primeira impressão dos outros sobre o que o seu negócio representa, como será o seu profissionalismo e a personalidade do seu negócio.  

Escolha um nome significativo

O nome da sua loja é a primeira coisa que seus clientes potenciais vão ver. Primeiramente, pense em nome único, simples, fácil de pronunciar, lembrar e escrever. Também pode estar relacionado com o seu nicho ou com a sua personalidade. Não esqueça que, depois de criado, ele vai te acompanhar em toda a sua trajetória.   

Se quiser brincar um pouco, use alguma ferramenta que gera automaticamente nomes comerciais como o NameMash, o Wordoid, o Dot-o-mator ou o Namelix. Elas servem para inspiração, mas quem dá o nome ao seu bebê é você. E tente evitar nomes genéricos como “magazine”, “estilo”, etc. 

Também certifique-se de que o nome que você escolheu está disponível. Buscar no Google é uma ótima opção, mas não esqueça de olhar outras fontes oficiais e ir além da primeira página da ferramenta de busca. 

camiseta branca com estampa seu design aqui
Na Printful, você pode criar e imprimir a sua logo em produtos

Ao desenhar a sua logo, use cores simples: não mais de três e faça o texto ou nome da sua marca fora do desenho, assim você terá uma logo limpa e mais fácil de usar e identificar. Logos com cores muito diferentes ou gradientes podem ser difíceis de reproduzir em diferentes tipos de impressão ou visualizações digitais. Simplifique: uma logo menos complicada faz a sua marca ser mais versátil em diferentes canais ou tipos de aplicação.   

Para ajudar, a Printful oferece a ferramenta gratuita Criador de Logos, que você pode acessar apenas criando uma conta grátis no site.

5. Escolha uma plataforma de e-commerce ou marketplace

Escolher onde vender seus produtos é uma das bases na sua jornada como dono ou dona de um e-commerce. Nós recomendamos escolher uma plataforma de e-commerce ou um marketplace para ter o controle do seu território de vendas e ter uma vitrine mais profissional. 

Uma plataforma de e-commerce é um site de um único vendedor onde o proprietário da loja vende apenas seus produtos. Um marketplace é um site onde produtos de vários vendedores são compilados em um catálogo bem organizado. Nós já tratamos esse tema no nosso blog, em um post no qual recomendamos algumas plataformas que já tem integração com a Printful. No entanto, resumimos aqui para você. 

Considere estes fatores ao escolher a ferramenta para a montar a sua loja:

  • Preço: algumas plataformas cobram uma taxa mensal padrão, outras cobram por transação. Ao comparar preços, preste atenção também aos custos ocultos. Por exemplo, as taxas de processamento de pagamento muitas vezes não fazem parte da mensalidade, portanto compare os gateways de pagamento que cada plataforma utiliza.
  • Interface do usuário: a plataforma escolhida deve ser fácil de usar para você e seus clientes. Se encontrar algo no site for complicado para você, também será difícil para seus clientes.. Procure um site que facilite a busca de informações sobre produtos, checkout e navegação.
  • Integrações e Plug-ins: valorize aplicativos que ajudem a configurar o envio, lidar com impostos, organizar atividades de marketing, etc.
  • Otimização para o celular: sabemos que grande parte dos usuários da internet e compradores online realizam operações do celular. Um site otimizado para Android e iOS torna a experiência de compra mais rápida e fácil. Assim, seus clientes poderão comprar produtos não importa o dispositivo que usem.

Sugerimos também que você assista aos vídeos do canal “Estampa Web”, do Marco Lang – especialista em estamparia e em como vender a sua arte online. Ele tem ótimas dicas sobre como usar a Printful e quais canais você pode usar para divulgar seu negócio. Dê uma olhada na página Tutoriais Printful – Estampa Web e aprenda tudo sobre o assunto. 

6. Configure a sua loja

Você já decidiu tudo sobre seus produtos e onde irá vender. Agora chegamos à parte mais técnica de ter um e-commerce. Listamos os principais tópicos que você não deve deixar de lado. 

Compre um domínio 

Um domínio é como um endereço digital onde as pessoas podem encontrar você online. Ter um domínio personalizado dará a sua loja uma aparência mais profissional e os clientes confiarão mais em você. Como regra geral, escolha um domínio que seja o mesmo que o nome da sua loja, pois será mais fácil que potenciais compradores conectem seu negócio ao seu site e o encontrem facilmente em ferramentas de busca.

Da mesma forma que com o nome da marca, quanto mais curto o domínio, melhor. Mas e se você já pensou em um nome de loja surpreendente, mas também muito longo? Remova todas as palavras desnecessárias (como artigos e preposições). Por exemplo, se você escolheu um nome como “A Loja da Marta”, o domínio ficaria www.lojamarta.com.br.

Após decidir o domínio, verifique com a plataforma de e-commerce escolhida ou marketplace se tem o serviço de compra de domínio. Caso não tenha, você pode registrá-lo no Google Domains, por exemplo.

Escolha seu gateway de pagamento

Chamados gateways ou processadores de pagamento, eles são fundamentais para assegurar o fluxo normal de compras na sua loja. Dentre os processadores de pagamento disponíveis por aí, há o Paypal, o Stripe, etc.

Mas lembre que, quando o seu cliente faz um pedido na sua loja, dois processos acontecem: seu cliente paga a você o preço de varejo e você paga à Printful o preço da Printful. A Printful não recebe diretamente do seu cliente nem cobra comissões. Veja mais detalhes sobre esse tema no post “Como lançar uma loja virtual no Brasil”

Faça um pedido de teste

Para ter tudo em ordem antes do lançamento de uma loja de roupas de sucesso, faça um pedido de teste antes que seu site entre em funcionamento. Um pedido de teste permite que você passe pelo processo de checkout como o seu cliente faria. Assim, você verifica o que está funcionando e o que não está. Esse passo é muito importante ao utilizar o serviço de print-on-demand, pois você mesmo precisa testar a qualidade do produto antes de enviá-lo a um cliente.

Ao fazer um pedido de teste, você pode corrigir pequenos problemas e evitar que seus clientes encontrem erros com o processo do pedido, o que decepcionaria alguns clientes, que não voltariam a comprar. Você pode até mesmo testar diferentes endereços, diferentes produtos e opções de envio para ter certeza extra de que tudo funciona da maneira que deve.

7. Divulgue a sua loja online 

Chegou a hora de um pouco da magia do marketing. Para conseguir sua primeira venda e manter seu negócio em funcionamento, listamos o que você precisa focar.

Crie perfis nas redes sociais para a marca

Uma forte presença nas redes sociais impulsionará o tráfego para sua loja e aumentará as vendas. Cada plataforma tem suas nuances e seus pontos fortes. Entretanto, há algumas melhores práticas que se aplicam às principais plataformas e devem ser levadas em conta em todos os aspectos.

  • Consistência: quando você tem uma marca representada por um perfil em uma rede social, mantenha um tom e uma frequência de postagem. Os clientes se acostumarão ao seu comportamento e com as horas que recebem o seu conteúdo.
  • Engajamento: descubra quais são os momentos do dia nos quais os seus seguidores mais interagem e comentam. Assim, você pode usar o seu perfil também como um canal de atenção cliente ou para conseguir feedbacks.
  • Ferramentas de visualização: algumas plataformas têm ferramentas que ajudam a entender como seu perfil e suas postagens estão ajudando na sua visibilidade e quais são os resultados. Use-as para ajudar a otimizar seu conteúdo e tempo.
  • Seu perfil: certifique-se de que sua descrição (o “sobre mim” ou “Quem somos”) seja precisa e consistente em todas as plataformas. Sempre que possível, inclua um link para sua loja, assim você abre um canal para conectar a rede social e a sua vitrine.

Peça opiniões e mostre feedbacks 

Há diferentes maneiras de pedir opiniões sobre os produtos. Em geral, você deve fazer com que esse processo seja simples, deixando links para comentários de produtos em todas as páginas relevantes. Mostrar fotos de outros clientes usando seu produto é sempre útil. 

Leia também: Como ganhar dinheiro na internet – 10 ideias para começar em 2022.

Abra sua de roupas personalizadas sem estoque com a Printful no Brasil!

 

Conclusão

Por último, mas não menos importante: nunca pare de aprender! O mundo do marketing está em constante evolução e é uma boa ideia estar sempre um passo à frente. Nós vamos postar sempre conteúdos com dicas sobre e-commerce, print-on-demand e dropshipping. Por isso, deixe seu comentário e inscreva-se na Newsletter. 

Você está prestes a mergulhar em uma jornada muito emocionante e criativa. Por isso, preste atenção em tudo ao seu redor e absorva o máximo que puder. Ouça os conselhos de outras pessoas, mas não leve-os ao pé da letra. A decisão final será tomada por você, pois é você que tem que estar feliz com o resultado e o futuro da sua marca.

E aí, já sente que é hora de dar uma chance para o seu sonho?

author

Por Denise Miller em dez 22, 2021

Denise Miller

Denise Miller é formada em Jornalismo. Depois de anos de redação, decidiu se arriscar e fazer uma pós-graduação em Diplomacia e um mestrado em Comércio Internacional na Espanha. Foi assim que o destino a levou para Marketing Online e Internacionalização de Empresas. Como especialista de Marketing de Conteúdos da Printful, irá compartilhar dicas e boas ideias para alavancar o seu negócio.

Denise Miller é formada em Jornalismo. Depois de anos de redação, decidiu se arriscar e fazer uma pós-graduação em Diplomacia e um mestrado em Comércio Internacional na Espanha. Foi assim que o destino a levou para Marketing Online e Internacionalização de Empresas. Como especialista de Marketing de Conteúdos da Printful, irá compartilhar dicas e boas ideias para alavancar o seu negócio.

Pesquisar no blog

Detalhes

Denise Miller

Por: Denise Miller

13 minutos de leitura dez 22, 2021

Quem somos?

A Printful é uma empresa de print-on-demand (impressão sob demanda) e dropshipping com centros de processamento no mundo todo. Ajudamos empreendedores a realizar seus sonhos e a transformar suas ideias em marcas e produtos.

  • Inscreva-se grátis
  • Personalize centenas de produtos
  • Venda online sem estoque
  • Alcance compradores de todo o mundo

Crie produtos únicos para você ou comece a ganhar dinheiro com seus designs!

Comece agora