Produtos Comece agora
Logo do Blog Printful
Planos de assinatura
Printful Pro Printful Plus
Recursos de marketing
Criador de Logos

Blog / Estilo e tendências / Como vender sem estoque: guia para começar do zero

Como vender sem estoque: um guia para começar do zero

Como vender sem estoque: um guia para começar do zero
Denise Miller

Por: Denise Miller

14 minutos de leitura

O famoso termo “dropshipping” agora é a moda no mundo do e-commerce. Muitos empreendedores descobriram como vender sem estoque e já há milhares de vídeos e tutoriais no YouTube. Ao lado de informações com um pouco de sensacionalismo, também há muito conteúdo sobre oportunidades reais e um novo universo que possibilita abrir um negócio com pouco investimento. 

Parece uma ideia incrível, não é? Mas antes de decidir aplicá-la, você deve conhecer bem suas vantagens e desvantagens, além de saber quais tipos de estoque são os mais populares, as informações sobre cada um e outras alternativas como os programas de afiliados. 

Vamos nessa?

Ao planejar seus produtos, você deve pensar na logística e na produção para avaliar se o seu sonho pode se transformar em realidade. 

Por isso a possibilidade de começar a vender sem comprar estoque é tão inovadora: você não precisará de um investimento tão grande e nem de armazenagem para ser um empreendedor. 

Tenemos todo para ayudarte a crear tu propio negocio

 

Mas, como assim? Montar uma loja sem ter o produto é possível? Graças aos avanços da tecnologia nos últimos anos, podemos dizer que “sim”! Você pode criar o seu item de maneira virtual e só materializá-lo quando uma compra for efetuada na sua loja, evitando desperdício de orçamento e gastos com armazenagem.

Ter que administrar e controlar um inventário é uma das coisas que mais desanima empreendedores no momento da decisão de abrir um negócio. Por isso, nesse artigo vamos contar todos os detalhes sobre o que é um estoque. 

Vamos falar de todos os modelos de armazenagem e como você pode aproveitar o print-on-demand e o dropshipping para alavancar o seu negócio sem a necessidade de gastar dinheiro guardando os seus itens e tempo que você pode dedicar a divulgar o seu negócio. 

Para começar: como funciona o estoque de uma loja virtual? 

homem operando máquina em galpão com caixas armazenadas em estantes
Controle de estoque no armazém da Printful

Caso você ainda esteja começando no mundo do e-commerce, talvez ainda não saiba muito bem como entregar produtos vendidos na internet. Por isso, vale a pena começar entendendo como funciona o estoque de uma loja virtual comum.

Vamos supor que você queira abrir sua loja virtual, mas não vá optar pelo dropshipping. Nesse caso, você precisará ter produtos disponíveis para compra. Por isso, é essencial ter um local onde os itens e ou seus materiais estarão armazenados com segurança. Além do mais, esse espaço para o armazenamento deve contar com a possibilidade de ser expandido ou escalável, caso o seu empreendimento seja um sucesso. 

Estocar não é só armazenar: é organizar, cuidar e otimizar constantemente a logística e o controle dos produtos e materiais para fabricação ou embalagem. 

Gigantes já consolidadas no mercado (Amazon, Lojas Americanas, etc) contam com seus próprios armazéns, mão-de-obra e sistema para controle de inventário. 

Além disso, há certos produtos que precisam de um grande controle e segurança para serem armazenados, como perecíveis, químicos ou itens de alta tecnologia.   

Mas se você é um lojista que não tem recursos para comprar ou alugar um local grande, qual seria a melhor solução? Qual se encaixaria melhor com o seu modelo de negócio? Explicamos os detalhes de cada tipo de formato de estoque a seguir: 

Principais tipos de estoque 

Estoque próprio

Muito comum entre empreendedores – além de grandes empresas, o estoque próprio geralmente é quando alguém decide guardar os insumos do negócio em um espaço dentro de casa ou em alguma propriedade privada disponível. Ele facilita a pronta entrega e permite a oferta imediata, facilitando envios diários.

Parece a alternativa mais fácil, mas não inclui a gestão de inventário e a logística. Ou seja, você deve dominar o volume de vendas e saber fazer previsões. Para um negócio cujo o diferencial é a criação, pode ser um motivo de preocupação ter que administrar a entrada e saída de produtos e o abastecimento preventivo.

Estoque compartilhado

É quando um lojista pode usar um local para duas lojas ou dividi-lo com outros proprietários também. Esse modelo ajuda a economizar gastos, mas deve ser levado em consideração quando há uma grande disposição à organização. 

Categorizar os produtos e priorizar os itens pode ser algo estressante para alguns empreendedores. Principalmente para os que querem concentrar esforços em sua parte criativa ou de marketing e divulgação em geral.

Estoque terceirizado 

Esse tipo de estoque é um modelo híbrido. O seu e-commerce somente realizará pedidos de envio sob demanda. Ou seja, quando houver uma compra. Nesse esquema, quem faz o envio ao seu cliente final é o fornecedor do armazém geralmente. 

A vantagem desse tipo é que ele possibilita escalar o seu negócio, já que não há limitações de espaço e você pode ter vários produtos. Mas os preços pela contratação do serviço podem inflar de maneira assustadora o orçamento de alguém que está fazendo planos para empreender.

Dropshipping

É o contrário de vender com estoque. O dropshipping é um modelo de negócio muito popular no exterior que vem ganhando espaço no Brasil com o crescimento do e-commerce. 

Com ele, uma empresa terceirizada processa os pedidos (produz, embala e envia diretamente para o cliente final) e o lojista pode vender sem ter estoque.

Assim, você não tem que se arriscar investindo em compra de estoque, uma das maiores dificuldades de uma empresa de pequeno porte. E mesmo que uma compra antecipada não te assuste, em algum momento, seu negócio pode crescer além do esperado e sair de controle.

Se quiser entender mais detalhes sobre esse modelo, publicamos um guia completo para começar com dropshipping com todas as informações e possíveis dúvidas que você pode ter sobre o assunto. 

Dropshipping de print-on-demand

mulher operando máquina de estampar camisas
Funcionária da Printful na personalização de uma peça de roupa

O dropshipping de print-on-demand mistura o melhor dos anglicismos: é um dropshipping de produtos personalizados sob demanda. Com ele, basta o empreendedor criar os seus próprios produtos de maneira virtual que a empresa fornecedora se responsabiliza por produzir, embalar e enviar após uma compra no e-commerce. Este vídeo explica rapidamente a ideia:

preview play-button

Esse é o modelo que a Printful oferece a seus clientes. É simples: após integrar a sua loja com a Printful, nosso sistema identifica a compra de um determinado produto que já foi sincronizado com a nossa plataforma, produz e envia. Se quiser saber mais, dê uma olhada neste artigo sobre a diferença entre dropshipping e print-on-demand.

Importante: a Printful cobra o Preço Printful do produto e o envio. Não há sistema de comissões. O dono do e-commerce decide quanto quer cobrar pelo item, obtendo uma margem maior ou menor de benefício. Não cobramos mensalidades e o cadastro é grátis.

Que tal dar o primeiro passo no e-commerce agora mesmo?
 

Vantagens e desvantagens 

Em vida de empreendedor, precaução é o mais importante para evitar sustos ou expectativas frustradas. O caminho que parece o mais fácil pode ser o mais complicado a longo prazo e, pior, gerar prejuízos mesmo que a sua ideia seja boa.

Por isso, listamos abaixo os prós e contras de vender sem estoque. Com isso, você pode tomar a decisão que melhor se encaixe com o seu negócio e descartar custos desnecessários ou decidir investir uma estrutura. 

Vantagens de vender sem estoque

Menor investimento

Você não terá a necessidade de pagar por um espaço físico e o esforço financeiro para começar a vender será bastante menor. Por isso, o seu gasto inicial será muito mais baixo. 

Flexibilidade

Ao vender sem estoque, você poderá testar sem culpa os produtos que acredita que funcionam para o seu nicho. Pois, se não vender, não vai precisar jogar nada fora. Acaba a pressão das peças fixas e desperdício em material.

Maior variedade de oferta

Na mesma linha do ponto anterior, você pode criar e oferecer quantos e quais produtos quiser, porque não terá prejuízo se não vender algum. Igualmente, levando em conta a sazonalidade do ano, datas especiais e os seus campeões de venda, você pode montar uma vitrine com mais possibilidades de sucesso. 

Mais tempo para divulgar seus produtos

A gestão de inventário, do armazenamento e do envio é algo que toma muito tempo. Se você terceiriza essa parte do negócio a uma empresa que só se dedica a isso, poderá concentrar energias no diferencial do seu negócio ou na parte de marketing. 

Nos dias atuais, há concorrência para qualquer coisa em qualquer nicho de mercado. Ter uma boa ideia não é suficiente para fazer um negócio ter sucesso. 

É preciso ter criatividade e saber onde divulgá-lo. O dinheiro economizado em comprar estoque pode fazer uma grande diferença no combustível que você precisa para iniciar seus anúncios, por exemplo.   

Operações mais fáceis 

O foco do seu e-commerce será vender os seus produtos. Já o foco de um fornecedor de dropshipping ou de dropshipping de print-on-demand (como a Printful) é cuidar do seu produto e fazer com ele seja embalado e enviado para o seu cliente. Um fluxo logístico otimizado e descomplicado.

Ao entregar essa parte do processo a uma companhia centrada nisso, você está profissionalizando as suas operações. Elas serão mais fáceis e, caso qualquer problema ocorra, você contará com o apoio de um serviço que já tem experiência em resolver situações similares.   

Desvantagens e riscos de vender sem estoque

Falta de estoque no fornecedor    

Imagine que você tem uma camiseta azul na sua vitrine, mas o estoque dessa peça acaba no armazém do seu fornecedor. Você terá que deixá-la indisponível na sua loja enquanto o fornecedor trata de abastecer seus próprios estoques.    

Maior prazo de entrega

Uma das vantagens que o estoque próprio tem, é a possibilidade de pronta entrega. Ou seja, chegou um pedido, ele já é enviado. Com o dropshipping e com o dropshipping de print-on-demand é um pouco diferente. 

No primeiro caso, o pedido vai ter que passar pelo processamento. No segundo caso, o pedido vai ter que passar pela produção e logo pelo processamento para posterior envio.     

Dependência do fornecedor

Como você criou os seus produtos com os itens armazenados de outro fornecedor, a sua loja ficará um pouco dependente do que essa empresa tem disponível. No entanto, há plataformas de e-commerce que permitem que você sincronize produtos de mais de um fornecedor, assim sua vitrine terá mais ofertas. 

Aliás, se você está avaliando qual plataforma escolher para montar sua loja virtual, recomendo dar uma olhada na nossa lista das 5 melhores plataformas de e-commerce e marketplaces para vender online.  Listamos as principais vantagens e desvantagens de algumas ferramentas gigantes no mercado. 

Possibilidade de menor margem de lucro

Já há muitas empresas trabalhando com dropshipping no mundo do e-commerce. Se o produto que a sua loja oferece não é um diferencial, você pode ter que baixar os preços para ganhar competitividade. 

No caso de dropshipping de print-on-demand, esse fator é um pouco diferente. O produto é único e você pode cobrar por essa exclusividade que está oferecendo. No entanto, lembre-se que a produção é mais cara.       

O que vender sem estoque?

caneca printful com foto de cachorro
Mockup de caneca da Printful

Para decidir o que vender sem estoque, você precisa pensar no que o seu nicho deseja. O  produto para um nicho é algo que pode ser popular em um segmento de consumidores com uma grande audiência. 

Se você ainda não decidiu o seu nicho, pense em algo que você conheça bem, goste muito e possa identificar necessidades ou lacunas que seriam preenchidas pela sua oferta. Uma boa ideia é fazer uma pesquisa de mercado e analisar o volume de buscas dentro do tema, o comportamento dos consumidores e a concorrência. 

Ferramentas como o Google Trends podem ser muito úteis nesta investigação. Se quiser dicas de ferramentas ou inspiração para encontrar o tema da sua loja, confira o post “90 ideias de e-commerce para lucrar em 2022”. Nele listamos algumas ideias de gêneros como: 

  • Carros, Motos e Outros
  • Acessórios para Veículos
  • Beleza e Cuidado Pessoal
  • Brinquedos e Hobbies
  • Calçados, Roupas e Bolsas
  • Casas, Móveis e Decoração
  • Celulares e Telefones

Leia também: Como fazer canecas personalizadas

Depois, você terá que escolher quais produtos vender. Se quiser fazer dropshipping, terá que avaliar quais são os itens com o maior potencial e quais fornecedores atendem melhor ao modelo de negócio que você planejou. 

Há produtos que são mais seguros, principalmente no mundo da moda – um segmento que cresceu exponencialmente nos últimos anos. Para ver dicas de produtos que continuarão sendo sucesso de vendas em 2022, visite o artigo “O que vender na internet“.

Você também pode dar uma olhada nos campeões de vendas da Printful:

Como vender roupas sem estoque

É difícil imaginar uma loja sem poder tocar um produto. Ainda mais se a sua intenção é abrir um e-commerce de venda de roupa personalizada. Fica sempre aquela vontade de tocar e sentir os tecidos. 

No entanto, já estamos muito acostumados a pedir comida a domicílio, não é mesmo? Ou seja, a questão não é o produto, é o hábito do consumidor. E em um mundo cada vez mais digital, montar uma coleção de roupas totalmente virtual já é possível e tem muita gente lançando mão do dropshipping para vender roupas na internet com pouco dinheiro.

O importante é sempre buscar o máximo de informações. Na Printful, o perfil dos produtos tem dados detalhados sobre as técnicas de impressão disponíveis, cores, tamanhos, medidas, opções de personalização, material, descrição, tipo de envio, diretrizes de impressão, disponibilidade, fonte e muito mais. 

Antes de criar o seu produto, leia com atenção todas as informações para ter uma boa ideia de como é o produto em branco real e qual seria a melhor maneira de customizá-lo. 

Para todas as lojas integradas com a Printful, há a possibilidade de pedidos de amostra mensais. Esse programa permite que os donos de lojas virtuais peçam produtos com 20% de desconto. Veja mais detalhes sobre isso no nosso Centro de Ajuda

Depois de escolher o produto físico, falta só dar asas à sua imaginação. Com o Criador de Designs gratuito da Printful, você tem centenas de cliparts, fontes, desenhos e outros recursos para fazer o que quiser com o seu produto em branco. 

Lembrando que você também pode subir uma ilustração sua e customizar o produto com ela ou subir a sua estampa e usar também um dos desenhos e ferramentas desse editor de personalização. 

Por isso, se você se pergunta: “posso ter um e-commerce sem comprar estoque?”. A resposta é “sim”! Só precisa de um pouco de tempo e criatividade. Além disso, essa é a solução perfeita para quem não quer se preocupar com a parte de armazenamento e se dedicar somente à criação de conteúdo.     

Abra sua loja de produtos personalizados sem estoque

 

Então, como vender produtos sem estoque?

Impressão em roupa na Printful
Impressão em roupa na Printful

Se entre todos os modelos que mostramos, você acredita que com o dropshipping ou dropshipping de print-on-demand o seu negócio tem mais sentido: parabéns! Bem-vindo ou bem-vinda ao mundo dos e-commerces sem estoque! Você não vai precisar comprar produtos previamente para depois vender.

Para avançar nesse projeto, recomendo que você comece escolhendo um nicho de mercado. Nesse início, talvez você também precise de sugestões criativas para criar o nome da sua loja. Já na hora colocar a mão na massa, confira nosso artigo sobre Como abrir uma loja virtual com a Printful Brasil.  


Antes de concluir esse artigo, há uma última alternativa que você tem que conhecer: os programas de afiliados. Neles, você não tem a sua loja própria na maioria dos casos: você vende os produtos de outras lojas e ganha uma comissão.   

Afiliados: outra alternativa  

Curso de Marketing de Afiliados
Curso de Marketing de Afiliados da Printful

Se não quiser ter a sua própria loja, uma das opções é ser um vendedor ou parceiro afiliado a alguma marca ou empresa e ganhar uma comissão por venda efectiva. Há muitas companhias que oferecem essa opção atualmente no mercado brasileiro, como as Americanas, a Amazon, a Magazine Luiza, etc.

Na Printful, não poderia ser diferente: temos um programa de afiliados que oferece 10% em cada pedido feito por clientes que você indicou. Fazer o cadastro é grátis e fácil. Se gostou da ideia, registre-se aqui.    

Se o conceito é ainda muito abstrato para você e é preciso mais informação, também montamos esse pequeno curso gratuito para Afiliados Printful com toda a formação e dicas para você entender essa estratégia de renda extra e começar a ganhar dinheiro com o marketing de afiliados. 

Ainda tem dúvidas?  

Se ainda ficou curioso sobre como vender sem estoque e como funciona o dropshipping de print-on-demand da Printful, assista o webinar gratuito que fizemos para vocês. Caso ainda tiver alguma dúvida, pergunte nos comentários. Temos o maior prazer em ajudar: 

preview play-button

Não esqueça também de visitar nossas redes sociais: Instagram, YouTube e Facebook. Faça parte da comunidade de Printfulers e fique sempre por dentro dos novos posts do blog e dicas sobre produtos e serviços da Printful.

author

Por Denise Miller em fev 23, 2022

Denise Miller

Denise Miller é formada em Jornalismo. Depois de anos de redação, decidiu se arriscar e fazer uma pós-graduação em Diplomacia e um mestrado em Comércio Internacional na Espanha. Foi assim que o destino a levou para Marketing Online e Internacionalização de Empresas. Como especialista de Marketing de Conteúdos da Printful, irá compartilhar dicas e boas ideias para alavancar o seu negócio.

Denise Miller é formada em Jornalismo. Depois de anos de redação, decidiu se arriscar e fazer uma pós-graduação em Diplomacia e um mestrado em Comércio Internacional na Espanha. Foi assim que o destino a levou para Marketing Online e Internacionalização de Empresas. Como especialista de Marketing de Conteúdos da Printful, irá compartilhar dicas e boas ideias para alavancar o seu negócio.

Pesquisar no blog

Detalhes

Denise Miller

Por: Denise Miller

14 minutos de leitura fev 23, 2022

Quem somos?

A Printful é uma empresa de print-on-demand (impressão sob demanda) e dropshipping com centros de processamento no mundo todo. Ajudamos empreendedores a realizar seus sonhos e a transformar suas ideias em marcas e produtos.

  • Inscreva-se grátis
  • Personalize centenas de produtos
  • Venda online sem estoque
  • Alcance compradores de todo o mundo

Crie produtos únicos para você ou comece a ganhar dinheiro com seus designs!

Comece agora