Produtos Comece agora
Logo do Blog Printful
Planos de assinatura
Printful Pro Printful Plus
Recursos de marketing
Criador de Logos

Blog / Manual para iniciantes / 90 ideias de e-commerce para lucrar em 2022

90 ideias de e-commerce para lucrar em 2022

90 ideias de e-commerce para lucrar em 2022
Gabriela Martinez

Por: Gabriela Martinez

17 minutos de leitura

A internet está cheia de ideias de e-commerce para ajudar você a começar o seu negócio online. Mas também está cheia de gente que não sabe bem do que está falando. E aí, como diferenciar uma ideia de sucesso de uma cilada

Encontrar a ideia de e-commerce perfeita para você é uma tarefa que une pesquisa, conhecimento (sobre tendências, mercado e você mesmo), além de uma dose de bom senso.  O primeiro passo é buscar informação com profissionais e empresas que já têm alguma experiência real no mundo do comércio eletrônico e que estão sempre se atualizando para não ficar para trás. 

Dito isso, estamos felizes por você ter chegado até aqui! Neste post, apresentamos tudo o que você precisa saber para começar uma loja virtual e ganhar dinheiro na internet este ano.

O que é um e-commerce

E-commerce é uma abreviação de electronic commerce (em bom português: comércio eletrônico). No Brasil, o termo virou sinônimo de lojas virtuais e sites que conectam vendedores e compradores para fazer negócios na internet. 

Neste universo, existem empresas que começaram no off e migraram ou ampliaram sua operação para o mundo online, bem como existem empresas que já nasceram 100% digitais, inclusive com a possibilidade de vender sem estoque.

O formato ficou ainda mais popular depois da pandemia, quando muitas pessoas que ainda eram resistentes à modernização do processo de compras decidiram dar uma chance ao e-commerce. Eu mesma, que não confiava em comprar roupas sem experimentar, agora só compro pelo celular. 

Mas não vamos olhar apenas para o meu exemplo. Vejamos como anda o e-commerce no Brasil.

Temos tudo o que você precisa para criar um negócio de ecommerce

 

Dados sobre e-commerce no Brasil

Segundo pesquisa do PayPal em parceria com a BigDataCorp sobre a expansão do e-commerce no Brasil, o país somou quase 1,59 milhão de lojas virtuais em 2021. Um crescimento de 22,05% em comparação a 2020, quando o número de e-commerces já tinha crescido 40%. 

Estima-se que 789 novas lojas online tenham sido criadas por dia no Brasil no intervalo de um ano. 

Em 2021, 52,73% dos negócios de e-commerce tiveram faturamento de até R$250 mil, contra 48,06% em 2020. Já o volume de lojas de médio porte (entre 10 e 500 mil visitantes por mês) cresceu de 2,5% para 9,92%. A maior parte dos pequenos sites de e-commerce no Brasil (83,43%) recebem até 10 mil visitas mensais.

Outro dado interessante diz respeito às plataformas de vendas: 80% das empresas que fazem e-commerce usam alguma plataforma de venda, em vez de desenvolver sites próprios sob encomenda.

Aplicativos de gastos diários como supermercados, restaurantes, farmácias e mobilidade urbana contam com 611.800 empresas únicas nas plataformas, sendo 70% de restaurantes/alimentação, 12,68% de mercado/supermercado, 4,67% de farmácias e 12,41% de outros segmentos.

Geograficamente, São Paulo ainda é o estado que concentra a maioria dos negócios de e-commerce no país (51,8%), seguido de Minas Gerais (7,24%) e Paraná (7,1%).

Quando o assunto é preço, mais de 65% das ofertas de produtos custam menos de R$ 100; 15,91% custam entre R$ 100,01 e R$ 500; e 12,15% dos produtos está acima de R$ 1 mil.

Dentre as mídias sociais, estratégia adotada por cerca de 69% das lojas virtuais, o destaque vai para o Facebook (53,96% dos comércios eletrônicos usam o gigante azul) e o YouTube (45,82% das lojas utilizam a mídia em vídeo).

Infográfico Dados de Ecommerce no Brasil
Infográfico com dados do e-commerce no Brasil

Enquanto em 2016 apenas 16% dos e-commerces podiam ser acessados de qualquer tela, em 2021 já eram 83,51% as lojas virtuais com sites responsivos, número que continua subindo progressivamente.

E ainda há espaço para crescer! Acredite se quiser, apenas 6,19% do varejo brasileiro faz vendas online. Ou seja: não existe momento mais promissor para você começar o seu projeto.

O que você precisa saber para abrir um e-commerce

Se você já se convenceu de que o e-commerce é um bom negócio, vamos à parte prática. Abaixo, listamos um passo a passo resumido. Você pode ler mais no nosso post Como começar um negócio online no Brasil.

Defina seu nicho de mercado

Um nicho de mercado é uma fatia de mercado que atrai um público específico. Um negócio focado em um nicho supre as necessidades que as grandes empresas geralmente não suprem.

E por que essa deve ser a sua prioridade número um? Porque não existe negócio sem clientes. E sua vida será muito mais fácil se você vender o que as pessoas já desejam comprar, em vez de precisar convencer o seu público a investir no que você acha interessante.

Porém os seus interesses pessoais são, sim, relevantes nessa decisão! Sugerimos que você escolha um nicho do qual você já faz parte como cliente, pois é muito mais fácil entender como o seu público pensa se você já está na tribo.

Você também terá muito mais inspiração e motivação se o seu nicho envolver uma paixão ou propósito. 

Leia mais no post: O que é nicho de mercado e como escolher o seu + 100 ideias de nicho

Faça uma pesquisa de mercado

Depois de listar os nichos de mercado aos quais você gostaria de se dedicar, faça uma pesquisa de mercado nos 3 nichos principais para entender seus potenciais e oportunidades. Analise o volume de buscas dentro do tema, o comportamento dos consumidores e a concorrência.

Não contenha sua curiosidade. Utilize ferramentas como o Google Trends para buscar tendências de nicho e produtos; Ahrefs e Semrush (links em português de Portugal) para encontrar os dados por trás das buscas do Google; e Answer the Public (link em inglês, mas a pesquisa pode ser feita em português com foco no Brasil) ou Ubersuggest para saber quais são as perguntas feitas durante as buscas.

Defina os produtos que fazem sentido para o seu negócio

Uma máxima que todo empreendedor deve ter em mente é: não construa aquilo que você pensa que as pessoas querem e sim o que elas pedem. E depois de escolher seu nicho, você já saberá quem são essas pessoas. Sua pesquisa de mercado deve te dar um norte em relação aos produtos que você vai oferecer. Então só falta bater o martelo.

Qualquer que seja o seu nicho, uma coisa é certa: para atrair mais clientes e poder cobrar mais pela sua mercadoria, você precisa ter um diferencial. Pergunte-se: por que os meus clientes devem comprar na minha loja e não na do vizinho? Lembrando que, na internet, todos os concorrentes podem morar ao lado.

Por exemplo, você pode comprar chás e molhos em muitas lojas e mercados. Mas chás e molhos feitos com ingredientes da propriedade da família real britânica certamente não serão a mesma coisa. 

Sim! Até a Rainha Elizabeth tem seu próprio e-commerce: a Royal Estate Sandrigham (link em inglês), cuja descrição de Quem Somos anuncia: ¨De conservas e compotas a caixas de doces, vinhos e licores, muitos dos nossos produtos são feitos com orgulho usando ingredientes da propriedade¨.

screenshot do e-commerce Royal State Sandringham com latas de chá e canecas estampadas
Loja virtual da família real britânica

Mas se você não tem uma propriedade real, não desanime. Produtos personalizados podem ser boa resposta e requerem pouquíssimo investimento. Camisetas personalizadas, por exemplo, estão entre os produtos mais vendidos da internet. E este é um universo à parte, porque, uma vez que seus produtos são customizados, você pode estampar qualquer coisa pensando no seu público. E o seu design pode fazer a sua camiseta valer R$50 ou R$200. Seja original e escolha com sabedoria!

Leia também: O que vender na internet? Produtos para lucrar em 2022

Escolha onde vai vender

As pesquisas mostram que a grande maioria das empresas usam alguma plataforma de vendas para hospedar seus comércios eletrônicos. E é exatamente o que nós indicamos para quem está começando. Isso porque as plataformas costumam ser uma opção mais prática e barata se comparada a sites desenvolvidos do zero.

Podemos dividir as plataformas de vendas em marketplaces e plataformas de e-commerce. Cada uma tem seus prós e contras. Avalie:

Fazendo um comparativo com o mundo offline, os marketplaces funcionam como shoppings, onde existem espaços que podem ser alugados pelas marcas para montarem suas lojas. 

Assim como os shoppings têm a missão de trazer fluxo para gerar vendas aos lojistas que pagam o aluguel dos seus espaços, os marketplaces se empenham em atrair tráfego de visitantes para descobrir as opções oferecidas pelas lojas virtuais que estão ali. 

Logo, você precisará se esforçar menos para atrair visitantes, porém tem que se empenhar para se destacar em comparação aos outros lojistas do seu segmento. Ou seja, o investimento em tempo e dinheiro é menor, mas a concorrência é maior. 

Já as plataformas de e-commerce permitem que você crie a sua loja virtual independente, pelo menos para quem vê de fora. Elas oferecem a estrutura para que você tenha seu próprio site, sem necessariamente precisar contratar um profissional de desenvolvimento ou mesmo um designer em alguns casos.

As ferramentas estão cada vez mais intuitivas e os preços, apesar de mais altos que os marketplaces, são acessíveis. Você precisará investir em marketing digital para atrair visitantes para a sua loja, mas uma vez que entrem, você não terá que dividir a atenção deles com a concorrência.

E como a loja é sua, você pode utilizar plug-ins e aplicativos para turbinar as vendas e estabelecer um canal de comunicação com seu público, como pop-ups, cadastros para envio de e-mails marketing, etc.

infográfico sobre diferença entre marketplaces e plataformas de e-commerce
Comparação entre Marketplaces e Plataformas de E-commerce

Essa decisão vai depender também do seu nicho de mercado e dos produtos que você deseja vender. Onde o seu público costuma comprar seu tipo de produto?

Leia também: 5 melhores plataformas de e-commerce e marketplaces para vender online

Ideias de e-commerce

Em um mar de possibilidades, como escolher o lugar certo para pescar? Por aqui, seguimos nossos próprios conselhos, então fizemos uma pesquisa de tendências e interesses no Google Trends e em alguns dos principais marketplaces e plataformas de e-commerce no Brasil.

Vale lembrar que você não precisa necessariamente nadar com a maré. Às vezes, o segredo pode ser justamente lançar o que ninguém está vendendo ainda. 

Por exemplo: se o seu nicho de mercado for muito específico, como o de fotografia submarina, ele provavelmente não aparecerá nas pesquisas, mas isso não significa que não é uma boa ideia. Se é algo que te interessa, faça uma pesquisa com foco no assunto. 

Por outro lado, nada impede que você ligue os pontos e una a sua ideia a uma tendência de e-commerce. Veja abaixo quais são algumas das categorias mais populares e ideias de e-commerce associadas a elas.

Carros, Motos e Outros

Lembra quando você tinha que ir pessoalmente à concessionária para escolher seu próximo automóvel? Ainda que nada se compare a cheirinho de carro novo (que já é uma ideia de e-commerce), muitas pessoas estão cada vez mais buscando carros, motos e outros veículos online. Nesta categoria, podemos pensar em algumas possibilidades:

  • Carros antigos 
  • Automóveis equipados para pessoas com deficiência
  • Motos para entregadores de delivery
  • Vans de transporte
  • Trailers de luxo

Acessórios para Veículos

Não é novidade que o brasileiro é apaixonado por carros então não basta ter, precisa cuidar direitinho. Talvez por isso a categoria de acessórios para veículos também tenha tanta procura. Aqui estão algumas ideias dentro dela:

  • Câmeras veiculares
  • Cadeiras infantis
  • Cheirinho de carro novo
  • Capas de couro ecológica
  • Capacetes para mulheres

Beleza e Cuidado Pessoal

Se você tem redes sociais e a palavra autocuidado ainda não apareceu no seu feed ou stories, algo não está certo. Os rituais diários ganharam muitos adeptos nos últimos anos, fortalecendo ainda mais este tipo de produto no universo do comércio eletrônico. Ideias de negócio de beleza e cuidado pessoal:

  • Produtos naturais
  • Cosméticos para o público masculino
  • Unhas decoradas
  • Laces
screenshot da página do e-commerce simple organic com pessoas e cosméticos
Loja de cosméticos veganos Simple Organic. Fonte: Shopify.

Brinquedos e Hobbies

Com as restrições de mobilidade impostas pelos últimos acontecimentos, as crianças estão mais tempo em casa. E os pais, buscando saídas criativas para reduzir o tempo de tela dos pequenos, o que justifica a busca por brinquedos na internet. 

Mas quem disse que a diversão é só para baixinhos? Os adultos também estão descobrindo novos hobbies e investindo neles para ter mais tempo de qualidade, seja em casa ou ao ar livre.

Esta categoria é um prato cheio para ideias de e-commerce:

  • Brinquedos e jogos educativos
  • Instrumentos musicais
  • Materiais de arte
  • Horta em casa
  • Utensílios para cozinha
  • Produtos esotéricos

Calçados, Roupas e Bolsas

Como itens de vestuário são a maior parte do Catálogo de Produtos da Printful esta é a nossa praia! E, com conhecimento de causa, podemos dizer que este é um segmento que não para de crescer, mas com mudanças.
Os clientes estão cada vez mais conscientes, buscando empresas que atendam aos seus desejos sem comprometer o meio ambiente e os direitos humanos durante a produção. 

Como consequência, o print-on-demand, que é tendência em consolidação nos EUA, está ganhando o mundo, substituindo aos poucos a produção em massa das grandes redes.  

screenshot do site da Printful com camiseta personalizada com estampa de beija-flor
Criando uma camiseta personalizada com print-on-demand no Criador de Designs da Printful

Além disso, há uma demanda pulsante por produtos que contemplem diferentes públicos e tamanhos. Veja abaixo algumas ideias de e-commerce no setor de calçados, roupas e bolsas:

Leia mais sobre Como começar a vender roupas na internet com pouco dinheiro

Casas, Móveis e Decoração

Mais tempo em casa significa mais investimento em conforto e estética. E um dos setores mais beneficiados pela mudança no comportamento do consumidor foi o de Casa, Móveis e Decoração. Além de ser uma das categorias mais rentáveis para os nossos clientes.

  • Quadros personalizados: Pôsteres e Telas
  • Puffs
  • Móveis planejados
  • Quarto de bebê
  • Cadeiras para Home Office

Celulares e Telefones

A rápida evolução da tecnologia tem tornado os celulares mais acessíveis para públicos de diferentes classes sociais. Ao mesmo tempo, lançamentos em intervalos cada dia menores têm trazido produtos de alto valor para clientes com maior poder aquisitivo. 

Para todos os bolsos e gostos, apresentamos abaixo algumas ideias de e-commerce relacionadas à categoria Celulares e Telefones que vão além dos produtos em si:

Eletrodomésticos

O mesmo princípio das categorias Casa e Decoração e Celulares e Telefones se adequa à de Eletrodomésticos. Este segmento contém produtos com maior demanda e também maior oferta por parte dos fornecedores em diferentes preços e estilos. Quer ideias? Aqui estão.

  • Fritadeiras sem óleo
  • Higienizadores de sofás, tapetes e cortinas
  • Robôs domésticos
  • Máquinas de Costura

Eletrônicos, Áudio e Vídeo

Enquanto alguns produtos como as televisões não saem de moda, outros que, há alguns anos, nem imaginávamos existir entram na categoria de Eletrônicos, Áudio e Vídeo como ideias do que vender no seu e-commerce em 2022:

  • TVs
  • Gadgets para streaming
  • Projetores
  • Áudio portátil

Esporte e Fitness

Não deixe para a próxima segunda-feira os produtos que você pode começar a vender hoje no seu e-commerce. Especialmente considerando a grande variedade de esportes e exercícios que temos disponíveis hoje em dia. Confira as ideias de e-commerce para esta categoria:

  • Produtos para fãs de futebol
  • Acessórios para ciclistas (quando normalizarão bicicletas com rodinhas para adultos que nunca aprenderam a andar de duas rodas?)
  • Colchonetes de academia
  • Moda Fitness Plus Size

Games

O mundo dos games é, na verdade, um universo em constante expansão. Além de muito lucrativo, pois este público tão intenso não poupa para alimentar sua paixão. E não estamos falando apenas da venda de jogos, mas de acessórios e muito mais.  Veja ideias de e-commerces na categoria games:

  • Cadeiras Gamer
  • Controles
  • Voltantes 
  • Jogos clássicos para colecionadores
  • Produtos (como canecas personalizadas) inspirados no universo Geek 

Leia também: Como fazer canecas personalizadas

Outras categorias 

Eu poderia continuar escrevendo este post para sempre pois existem muitas categorias e cada uma delas comporta as mais variadas ideias. 

  • Informática
  • Imóveis
  • Alimentos & Bebidas
  • Armarinho
  • Saúde
  • Festas & Lembrancinhas 
  • Indústria
  • Serviços

Quanto mais específico for o seu negócio, maiores as chances de se destacar e fixar sua marca na lembrança dos clientes. Acredite se quiser, durante nossas pesquisas, encontramos até mesmo uma loja virtual na categoria Agro de gado leiteiro

E-commerce de agronegócio googado vacas
Fonte: Shopify

Encontre fornecedores e parceiros

Você já sabe o que vender, onde e para quem? Perfeito! Hora de fazer acontecer. Sua loja terá estoque próprio? Você precisa alugar uma sala ou galpão. Quer uma solução mais moderna e econômica? Pode apostar no dropshipping.

Em ambas você tem que tomar muito cuidado com quem vai fornecer, guardar e distribuir seus produtos. Priorize empresas que já têm experiência no setor e oferecem um atendimento de qualidade. Se necessário, faça um pedido de amostra.

Para garantir entrega mais rápida e menos burocracia entre fronteiras, dê preferência a empresas que atuam no mercado para o qual você quer vender. 

Dentro do dropshipping, você tem a opção de vender produtos que já existem ou criar produtos personalizados, como é o exemplo do print-on-demand, o que ajuda a se diferenciar e aumentar sua margem de lucro.

Caso decida vender produtos personalizados no modelo de dropshipping, a Printful pode ser sua aliada. Com centros de processamento próprios e parceiros no Brasil e no mundo, a Printful é referência mundial em dropshipping de print-on-demand, realizando envios globais sem pedido mínimo.

Ou seja, você pode trabalhar com print-on-demand no Brasil ou print-on-demand em Portugal e alcançar clientes no mundo todo com envio local. Se preferir saber um pouco mais, leia o artigo Como lançar uma loja virtual com a Printful ou veja um resumo no vídeo abaixo:

preview play-button

Monte uma estratégia de vendas

Com os bastidores organizados e atores em cena, é hora do show! Mas espera aí! Como atrair a plateia que vai comprar os bilhetes? Você precisa de uma estratégia de vendas forte e assertiva. 

Uma boa forma de começar a se organizar é montando uma agenda promocional baseada em datas comemorativas relevantes para o seu nicho. Preparamos um Calendário Sazonal 2022 que pode ajudar você nessa missão. 

E não se esqueça de amarrar tudo isso em um bom plano de negócios. Você pode tirar lições importantes para este passo nestes 10 livros de empreendedorismo para ler em 2022

Conecte sua loja com Printful e comece a vender online

 

Mãos à obra

Embora muitos acreditem que a propaganda é a alma do negócio, o fato é que a alma do negócio é o próprio negócio. Então pense com cuidado sobre a sua ideia de e-commerce. Mas não perca tempo demais planejando. Muita gente passa a vida sonhando e perde o timing da ação.

Quando sentir que tem informação suficiente e a estrutura mínima para começar, comece. Mesmo se você tivesse todo o conhecimento do mundo, ainda estaria suscetível a cometer erros. Então é melhor aprender com a experiência. Não é esse o preço do pioneirismo?

Inspire-se nas nossas dicas, peça opiniões a amigos e profissionais e siga seu instinto empreendedor. Afinal, é impossível chegar a algum lugar sem se mexer. Parece clichê de livro de autoajuda (que é outra boa ideia de e-commerce, por sinal), mas é verdade. 

Para salvar nossas sugestões e ver mais, faça o download da lista de mais de 90 ideias de e-commerce para lucrar em 2022 abaixo. Não se esqueça de deixar um comentário contando para mim qual foi a sua favorita. 

author

Por Gabriela Martinez em fev 10, 2022

Gabriela Martinez

Guest author

Gabriela is a creative copywriter, professional blogger, and passionate content marketer with experience in publicity agencies and international companies. She loves sharing her ideas and new trends to bring inspiration to everyone around her.

Gabriela is a creative copywriter, professional blogger, and passionate content marketer with experience in publicity agencies and international companies. She loves sharing her ideas and new trends to bring inspiration to everyone around her.

Pesquisar no blog

Detalhes

Gabriela Martinez

Por: Gabriela Martinez

17 minutos de leitura fev 10, 2022

Quem somos?

A Printful é uma empresa de print-on-demand (impressão sob demanda) e dropshipping com centros de processamento no mundo todo. Ajudamos empreendedores a realizar seus sonhos e a transformar suas ideias em marcas e produtos.

  • Inscreva-se grátis
  • Personalize centenas de produtos
  • Venda online sem estoque
  • Alcance compradores de todo o mundo

Crie produtos únicos para você ou comece a ganhar dinheiro com seus designs!

Comece agora